Full Banner

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

SERIA CÔMICO SE NÃO FOSSE TRÁGICO

Fabio Campana



Seria cômico se não fosse trágico, más como em Itumbiara estamos nos acostumando a ver de tudo, muitos vão achar isso normal. A transferência dos detentos para o Sarandirú, precisava acontecer por iniciativa dos próprios detentos?. Pois bem foi isso que aconteceu.


Ontem terça-feira (22), Itumbiara viveu mais um capitulo na história das rebeliões e novamente toda a comunidade do entorno do velho presídio é despertada do seu sono, com os nervos a flor da pele, tiros, disparos de bombas, o aparato policial, fogo em colchões, gritos e assim está formado o cenário de terror.


Tomara que seja o último capitulo dessa triste história em nossa cidade, porém uma coisa é preciso ser dita, o quanto são incompetentes os nossos governantes essa obra levou ao menos 7 anos para ser concluída, prova de que as autoridades diante da sua importância pouco se interessaram em concluí-la com maior rapidez, e ainda se deram ao luxo de inaugurá-la sem o mínimo de estrutura para receber os detentos, e dar aos mesmos e ao nosso povo a tão sonhada tranqüilidade.


Passado 3 meses de sua inauguração podemos dizer sim que a transferência só aconteceu devido a rebelião de ontem (22), que tinha como sua principal reinvidicação, a transferência para o novo presídio, talvez não saibam eles más fizeram um bom papel, bom pra eles melhor pra nós, já que se dependesse da boa vontade de alguns não veríamos isso acontecer tão cedo, seja pela burocracia que temos acompanhado até agora ou por ausência de vontade política.


Temos acompanhado ao longo dos tempos as notícias e documentários sobre o aumento da escalada de violência dentro e fora dos presídios. Dentro dos presídios as maiores queixas estão voltadas para a super lotação de celas, maus tratos, comida de baixa qualidade, assistência médica, e a burocracia do judiciário entre outras.


Desejamos tão somente que aquele setor do entorno da CPPI possa de uma vez por todas, ser também um lugar de paz e tranqüilidade para todas as famílias que por alí residem, e aos detentos que possam em suas novas intalações cumprir de forma mais humana suas penas e quem sabe até trabalhando e sendo útil a sociedade nesse transcorrer.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog