Full Banner

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

MOBILIZAÇÃO POPULAR FAZ SECRETARIO DA SAÚDE VOLTAR ATRAS NO CASO NAPCI

Medidas  arbitrárias: reação popular, foi assim que os movimentos populares explodiram esse ano Brasil  afora, sim,  esse povo conformado, pacifico  deu mostras de que tem disposição para mudar aquilo que sendo feito pelos poderoso,  parecia não ter volta.


Quem não se lembra do aumento da passagem do transporte coletivo? Do passe estudantil gratuito que parecia ser utópico? Da perversa PEC- 37 que tirava o poder de investigação do Ministério Publico? citei aqui algumas situações que  fizeram desse ano, um marco nas lutas populares do povo trabalhador.


Em nossa Itumbiara o cidadão também deu sinais claro de que esta disposto a reagir, quando a maldade aparece  disfarçada de moralidade,  foi bem isso que aconteceu  com o NAPCI- Núcleo de apoio ao Portador de Câncer de Itumbiara. 


Diante de inúmeros argumentos apresentados, nenhum justificava a medida tão agressiva por parte da secretaria da saúde, e pra piorar o Sr. Secretário de saúde em entrevista à rádio Difusora foi muito infeliz, ao querer atribuir ao NAPCI  somente  distribuição de alimentos  aos doentes, como essa fosse sua função, um total despreparo de quem hora nenhuma reconhecia verdadeiramente o papel dessa instituição, que afirmo:  "Façam os ajuste que acharem necessário desde que seja para o fortalecimento da entidade NAPCI, que goza de credibilidade perante a sociedade Itumbiarense , por tudo que fez e fará pelas pessoas que precisam, se derem as condições dessa parceria seguir adiante".


 A atitude do Secretário em  voltar atrás nessa situação é prudente e responsável, uma vez que uma forte mobilização popular já se formava em nossa cidade, a prova maior disso foi o assunto dominando as redes sociais, nas esquinas, locais de trabalho, e a manifestação durante a  marcha “ Passos que Salvam” que aconteceu no domingo pela manhã, ninguém tinha dúvida em apoiar essa importante entidade que já é um patrimônio do povo Itumbiarense. É preciso que a nossa gente  continue mobilizada por que ao menor sinal de ataque reagiremos com firmeza doa a quem doer.







segunda-feira, 25 de novembro de 2013

PASSOS QUE SALVAM LEVA CIDADÃO A REAGIR EM FAVOR DO NAPCI

Aconteceu agora pela da manhã na Beira Rio em Itumbiara a caminhada Passos que Salvam, mesmo com tempo chuvoso, mas muito gostoso, pessoas de todas as idades não arredaram o pé. Esse é mais um momento de reflexão sobre a gravidade dessa doença e inúmeras pessoas também aproveitaram a oportunidade para protestar de forma pacifica e silenciosa contra a vontade do Secretário da Saúde de Itumbiara que via oficio quer botar fim ao trabalho feito pelo NAPCI a mais de 11 anos em nossa cidade, com cartazes, tarja preta, laços preto, ou alguma vestimenta preta, o povo manifestou o luto como forma de protesto.

    Inumeras pessoas caminharam na manhã de hoje

 O jovem Daniel também apóia o fortalecimento do NAPCI

                         Dia de chuva fina, não impediu as pessoas de caminhar por uma causa nobre 

     Pessoas de todas idades se manifestavam em defesa do NAPCI
  
A tarja preta virou o simbolo da manifestação silenciosa

 Mulheres e crianças passaram a mensagem

 O preto meio ao amarelo foi destaque

    Juventude em peso fez a diferença

 Famílias inteira indo a luta contra todos os males

Protesto com a criatividade e elegância feminina

            Idosos pacientes do NAPCI presente, sabem a importância da entidade em suas vidas

jovens aderem a causa por um  NAPCI ainda mais forte

jovens aderem a causa por um  NAPCI ainda mais forte

Com orgulho, estamos e luta por uma causa justa

EM DEFESA DO NAPCI

"É preciso cobrar das autoridades locais o fortalecimento do NAPCI- (Núcleo de Apoio aos Portadores de Câncer de Itumbiara), que assiste  mais de 1.000 pacientes portadores de câncer de Itumbiara,  é essa entidade que cuida do agendamento, transporte, assistência para deslocamento para várias cidades que tratam desses enfermos, o NAPCI trata o enfermo com respeito, dignidade,sensibilidade e solidariedade, que é o que as pessoas mais precisam nessas circunstâncias" dizia um doente de Câncer que estava na caminhada, ele que é uma  vitima da doença e do péssimo tratamento que recebeu da secretaria de saúde no passado, com a demora no encaminhamento, o qual o deixou com um sequela  para o resto da vida.

Reflexão: 

Você já parou para pensar como pequenos atos podem mudar o mundo? E se você tivesse a chance de combater o câncer infanto juvenil, o que você faria? Você pode começar dando um passo no intuito de despertar a população para o diagnóstico precoce do câncer infanto juvenil e de divulgar a pais e professores quais são os sinais e sintomas da doença, já que eles são facilmente confundidos com os de outras enfermidades menos graves”, explica um especialista.
Além de disseminar a informação, a Caminhada Passos que Salvam também possui uma ação prática e mais direta de combate ao câncer infanto juvenil.
A edição de 2012 foi um sucesso e arrecadou R$ 753.283,66. O recurso foi destinado para a construção da segunda parte do Hospital Infantojuvenil – inaugurada neste ano.

Porque ajudar?
Somente em 2013, mais de 12 mil crianças serão diagnosticadas no Brasil e destas apenas 50% delas receberão atendimentos. Quando são atendidas, muitas crianças e adolescentes com câncer já chegam com a doença em estágio avançado por diversos fatores: desinformação dos pais, medo do diagnóstico e desinformação dos médicos. O diagnóstico precoce do câncer infantil, muitas vezes, é prejudicado pela semelhança dos sinais e sintomas desta patologia com doenças comuns na infância. Por outro lado, os profissionais encontram dificuldade em fechar o diagnóstico, o que atrasa a busca por serviços médicos especializados, por isso, o conhecimento do pediatra acerca do câncer é determinante para o diagnóstico rápido e seguro.
Voce sabia?

Hoje o Hospital de Câncer Infanto-Juvenil é uma realidade. Tem 27 leitos, ambulatório, salas de infusão separadas por faixa etária, atendimento 24 horas, laboratórios de emergência. Uma quimioteca que une clínico a atividades de recreação e cultura conforme a possibilidade de cada paciente.

A unidade tem também um centro de entretenimento, anfiteatro, casa da cultura e brinquedoteca. A Casa da Cultura terá sete projetos diferentes destinados aos pacientes e acompanhantes, com oficinas de música, dança, teatro, fotografia, informática, entre outros. 

Arquivo do blog