Full Banner

quinta-feira, 19 de abril de 2012

PRIVATIZAR A ÁGUA É PRIVATIZAR A VIDA ! PRECISAMOS DE VOCÊ TAMBÉM NESSA LUTA

Em 22 de março de 1992 a ONU (Organização das Nações Unidas) instituiu o "Dia Mundial da Água", publicando um documento intitulado "Declaração Universal dos Direitos da Água". Eis o texto que vale uma reflexão:

1.- A água faz parte do patrimônio do planeta. Cada continente, cada povo, cada nação, cada região, cada cidade, cada cidadão, é plenamente responsável aos olhos de todos.
2.- A água é a seiva de nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Sem ela não poderíamos conceber como são a atmosfera, o clima, a vegetação, a cultura ou a agricultura.
3.- Os recursos naturais de transformação da água em água potável são lentos, frágeis e muito limitados. Assim sendo, a água deve ser manipulada com racionalidade, precaução e parcimônia.
4.- O equilíbrio e o futuro de nosso planeta dependem da preservação da água e de seus ciclos. Estes devem permanecer intactos e funcionando normalmente para garantir a continuidade da vida sobre a Terra. Este equilíbrio depende em particular, da preservação dos mares e oceanos, por onde os ciclos começam.


5.- A água não é somente herança de nossos predecessores; ela é, sobretudo, um empréstimo aos nossos sucessores. Sua proteção constitui uma necessidade vital, assim como a obrigação moral do homem para com as gerações presentes e futuras.
6.- A água não é uma doação gratuita da natureza; ela tem um valor econômico: precisa-se saber que ela é, algumas vezes, rara e dispendiosa e que pode muito bem escassear em qualquer região do mundo.
7.- A água não deve ser desperdiçada, nem poluída, nem envenenada. De maneira geral, sua utilização deve ser feita com consciência e discernimento para que não se chegue a uma situação de esgotamento ou de deterioração da qualidade das reservas atualmente disponíveis.
8.- A utilização da água implica em respeito à lei. Sua proteção constitui uma obrigação jurídica para todo homem ou grupo social que a utiliza. Esta questão não deve ser ignorada nem pelo homem nem pelo Estado.
9.- A gestão da água impõe um equilíbrio entre os imperativos de sua proteção e as necessidades de ordem econômica, sanitária e social.
10.- O planejamento da gestão da água deve levar em conta a solidariedade e o consenso em razão de sua distribuição desigual sobre a Terra


domingo, 15 de abril de 2012

PELA ENESIMA VEZ A PROMESSA DE ENTREGA DA NOVA SEDE DA UEG NÃO ACONTECE



Não é de hoje que denuncio a falta de compromisso da Administração Municipal com o interesse do povo,
 tudo por aqui gira em torno das eleições, esse é o caso da UEG, quanto mais próximo das eleições melhor
para a entrega da nova sede, não existe preocupação com as péssimas condições de estudo e de trabalho
da comunidade acadêmica, o que confirma a cegueira administrativa dessa gestão.

Itumbiara

09-03-2012
Construção da UEG entra na reta final


Fotos: Divulgação

Máquinas e caminhões trabalham nas obras de construção do lago que vai ornamentar a sede da UEG







Representantes do município e das comissões de acompanhamento da obra durante vistoria à construção da sede da UEG



















O prefeito Zé Gomes afirmou na semana passada que a sede da UEG será entregue à comunidade no dia 13 de abril. No local, a Prefeitura mantém uma grande frente de obras para assegurar que o prazo seja cumprido. Foram criadas três comissões para acompanhar o andamento das obras. Orçada em R$ 9 milhões, a construção da UEG é custeada pelos governos municipal e estadual, sendo 50% para cada um. Além disso, a Prefeitura assumiu os serviços pavimentação de acesso ao pátio, iluminação e a construção do lago.
O município adquiriu ainda área de um alqueire onde será construído o campo de futebol para atender o curso de educação física, já aprovado pelo Conselho Estadual da Educação. A aquisição dessa área vai permitir a preservação de um bosque existente no local que teria algumas espécies derrubadas para dar lugar à construção do campo.
Ainda nesse mês, a Prefeitura vai plantar mais de 900 mudas de espécies nativas e frutíferas. Com o plantio das árvores e a aquisição da área para o campo de futebol a UEG terá sua área verde ampliada. No momento a Prefeitura mantém uma grande frente de serviços na construção do lago. Homens e máquinas trabalham em ritmo acelerado para cumprir o prazo. Após a conclusão, Itumbiara contará com um dos mais modernos campus da UEG, consolidando assim como pólo universitário.

Fonte : Folha de Noticias

Arquivo do blog