Full Banner

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

IMPRENSA DE APARÊNCIAS

Não supreende em nada certas atitudes da imprensa Itumbiarense; primeiro não informa o leitor sobre determinadas questões que acontecem no nosso meio, que de forma proposital não é levado ao conhecimento público, digo isso por que a muito pouco dias somente que a nossa sociedade tomou conhecimento sobre parte de processos que tramitam em desfavor do atual Prefeito de Itumbiara.

 Até então ninguém dizia ou escrevia nada. Graças a esse blog o povo tomou conhecimento de algumas situações e não do todo, mas que ainda virão à tona. Hoje quem leu jornal FN viu alí uma euforia estampada sobre a extinção da punição do Sr. Prefeito sobre a acusação que pesava contra ele desde o ano 2000. Como o nosso Judiciário no quesito burocracia dispensa comentários, essa acusação prescreveu, e lembremos não por ausência de crime e sim pela demora em promover justiça.

Mas o que a mensagem quer passar além do fato é a idéia de que em outros processos dos quais o Prefeito é alvo e ainda responde, irá acontecer o mesmo, praticamente antencipando uma sentença. Essa é uma atitude que expõe nitidamente a parcialidade desse veículo de imprensa, o leitor merece ser melhor tratado evidentemente e certamente sabe tirar suas conclusões, para além das aparências.

ENQUANTO ISSO...


quarta-feira, 21 de outubro de 2009

ACONTECEU TAMBEM COMIGO

Recebemos essa  denuncia e desabafo de um cidadão trabalhador, sério, honrado que foi mais uma vítima da ingerência politico-administrativa em nossa cidade, como ja falamos anteriormente Saúde é caso de policía em Itumbiara, leia na integra.

No dia 16 de Outubro após ser feito um exame particular constatou a gravidez de minha esposa Rosely da Silva e Freire, fiquei muito feliz! Mas no Domingo dia 18 de Outubro, eu e minha esposa estivemos no Hospital Municipal Modesto de Carvalho, ela com sangramento, foi atendida no hospital e necessitava urgente de Ultra sonografia, infelizmente estava quebrada deste a sexta-feira, assim comunicada pela Médica de Plantão:

Foi aí que começou o nosso drama, no Domingo a noite, queria levar pra Capital para fazer um Ultra sonografia que vergonha, eles passaram 25 horas tentando marcar esta Ultra sonografia sem sucesso, até que eu não suportei ver minha esposa sentindo dores, sangrando e sem saber o que estava acontecendo com ela arrumei o dinheiro emprestado e ela conseguiu fazer o exame em particular, após feito constatou que não existia mais gravidez.

 Fiquei revoltado e tentei procurar o Secretário de Saúde Sr. Robson (Robinho) e não tive sucesso, não consegui chegar até ele para cobrar providências, para que não vem acontecer com outros o que aconteceu comigo, apenas sua secretaria me atendeu e me deu uma desculpa que iria concertar, será? “O que pude observar que o Secretário de Saúde gosta de Contratar muitos funcionários é só olhar de frente do Hospital que vemos mais funcionários que pacientes! Posto de Saúde (PAC) 01 e 02”.

Cadê os Vereadores que é pra fiscalizar os desmandos dos Secretários, estou sabendo que os Vereadores estão arrumando exames debaixo dos panos, que vergonha assim os outros que precisa também não consegue fazer os exames que precisam! Cadê o “Vereador que eu voltei do Setor Oeste” e do Secretário de Finanças que tem que repassar a verbas para Saúde?.

Será que passou as verbas para fazer as “Festanças do Centenário de Itumbiara”?. Eu quero saber e exijo onde foi parar as verbas da saúde pois eu sou um cidadão, pago meus impostos em dias e Sou um Líder Comunitário que represento o Conjunto Habitacional Norma Gibaldi, eu preciso saber para repassar para os moradores, destes “Descasos e Desmandos desses políticos de Itumbiara” Eu Edmilson de Souza Freire, exijo saber o que está acontecendo com a “Saúde de Itumbiara”.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

SAÚDE DE ITUMBIARA : CASO DE POLÍCIA

É triste e doloroso ter que vivenciar essa situação, em Itumbiara, onde dizem que a Saúde é 100%, que tá tudo ok, e falam ainda que  o que eu digo é choro de derrotado, vai aí mais uma: ontem no Jornal segunda edição da TV Paranaíba,e vamos ver se sairá nos outros meios de comunicações rádios e jornais, foram entrevistados uma comerciante e um rapaz, ambos tentaram atendimento de emergência no CAIS e foram jogados de uma lado para outro entre o CAIS e o Hospital Municipal.

Revoltados com o tratamento recebido, acionaram o 190 e fizeram  uma ocorrência policial cada um pela falta de atendimento. Diga-se de passagem que não são os primeiros, isso acontece todos os dias, e não falta apenas atendimento e boa vontade, falta remédio, algodão, leito de qualidade, UTIs neo-natal ( já está funcionando? ou está esperando ser inaugurada como mais uma programação do Centenário? ).

 Então esse é o retrato, mais um entre tantos, "em nossa cidade sem problemas"... a saúde em Itumbiara é Caso de Polícia! mais uma vez!.  E você cidadão que está cansado de ir tambem ao Ministério Público, por que não consegue nem medicamentos e nem cirurgias, faça como esses cidadãos da reportagem de ontem chame a polícia e registre a ocorrência esse é no minímo o seu papel, o de denunciar e dar conhecimento a toda sociedade.

O POVO CONTINUA FALANDO

Na última sexta-feira (16), ficamos decepcionados com a decisão dos secretários Adriano e Nilson em negar que o Estatuto e o Plano de Cargos e Salários dos Profissionais da Educação da classe dos Administrativos fossem a votação juntamente com o Estatuto do Magistério. Daí faço algumas perguntas:


- Será que nós do administrativo somos menos importantes que os professores nas Unidades Escolares?


- Quando irão cumprir a LEI Nº 12.014, DE 6 DE AGOSTO DE 2009, onde estabelece igualdade entre todos os profissionais da educação?

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2009/Lei/L12014.htm


- Se o problema é o impacto na folha, como dizem, para onde está indo o recurso do FUNDEB?


O mais triste é saber que fazem da gente "bobos". Anunciam pros quatro cantos da cidade sobre o tal projeto e fizeram renascer em nós uma esperança. E quando se pensa que vai dá tudo certo, simplesmente dizem NÃO. Tenho vergonha dessa atitude!


Mas nós da categoria já estamos aprendendo a dá solução para estes tipos de problemas. Daqui a menos de quatro anos, no mês de outubro teremos a chance de mudar o rumo dessa história que vem se arrastando a quase 5 anos.


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

COLUNA DO CAFÉ QUENTE

Bem, pra quem apostou no centenário da nossa bela Itumbiara livre da correria típica, de quem não tem planejamento e faz tudo em cima da hora pra inaugurar no outro dia, não deve estar feliz, perdeu certamente.

É alucinante o ritmo de trabalho dos funcionários da Prefeitura, que estão tendo que se desdobrar trabalhando muito além da sua jornada normal para atender o programa de comemorações dos 100 anos de nossa cidade. Certamente não houve de forma antecipada uma preocupação maior no que se refere a planejamento do gestor do município. Está na hora  de valorizar essa turma que dá o sangue e ganha quase nada.

Cito aqui algumas : na progalada inauguração da 1º etapa da vila olímpica dezenas de homens trabalharam no período noturno plantando grama para atender o desejo da sua excelência Sr. Prefeito para inaugurar já no outro dia, esse corre-corre pra que? será que já se pode fazer uso dessas dependências?

A construção da UEG que já se arrasta por mais de três anos teve sua 1º etapa inaugurada como noticiado pela imprensa local, poxa até obra inacabada? e promessa de funcionamento em 60 dias aconteceu, dá pra acreditar?

Não precisa ir longe, quanto tempo levou para entregar o Sarandirú? e o conjunto Dionária Rocha? e a Escola de Tempo Integral lá no antigo Ácqua Mania que se quer foi iniciada, mas foi lançada e festejada por mais de duas dúzias de Autoridades desse Município, nada menos que cinco anos atrás.


Na avenida Beira Rio, nosso cartão postal, o tratamento não foi diferente, depois de meses em obras pra mais de 11 milhões de reais(11.000.000,00), o que vimos foi também lamentável, parte da iluminação não funcionando, recapeamento do asfalto feito às vésperas (como mencionei anteriormente), e ainda por terminar, e nenhuma lixeira foi instalada nas margens do calçadão. Ao menos ali era de se esperar uma eficiência maior por parte dessa administração.


Agora também é de conhecimento público que tapar buraco e asfaltar as ruas da cidade só depende de boa vontade, por enquanto é isso e falaremos muito mais, no nosso próximo boletim. Abraços a todos.

domingo, 18 de outubro de 2009

ATÉ QUANDO?

Arquivo do blog