Full Banner

segunda-feira, 23 de julho de 2012

ROUBO NAS PREFEITURAS


Título de página do Correio Braziliense dessa segunda-feira: "Prefeituras desviam 330 milhões".
O verbo desviar serve para substituir uma palavra mais crua: roubo de dinheiro do contribuinte.
"Apenas nos seis primeiros meses deste ano", informa o jornal, "a Polícia Federal constatou que, em pouco em pouco mais de 1% dos municípios foi desviada a cifra de R$ 330 milhões em áreas como merenda e transporte escolar, saúde e obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)".
Prestou atenção, leitor. Esse valor roubado foi constatado apenas em 1% dos cerca de 5,5 mil municípios que o Brasil tem. Sessenta, para ser exato.
E ainda vejo gente defendendo pena de morte para ladrões comuns. Um engravatado desses --- há os que não têm o costume no interior --- provoca mais danos do que um bandido nas ruas.
Estou escrevendo sobre essa "pequena" parcela de roubo do dinheiro Erário porque neste ano haverá eleições municipais.
                              
As cidades fazem parte da cadeia de ladroagem, que passa pelos estados e chega à União.
A gente ouve sempre prefeito reclamando de falta de recursos. Mas há prefeituras que gastam quase toda a receita com pagamento de pessoal --- leia-se, cabide de emprego.
Há inúmeros casos de prefeituras de cidades minúsculas que têm até assessor de imprensa!
E problema não está no voto --- obrigatório, é sempre bom lembrar ---, mas na falta de fiscalização.
Nos órgãos de controle há sempre amigos de quem deveria ser fiscalizado. Se você não ficar de olho e cobrar a boa administração do prefeito, mais e mais recursos serão roubados por aí também.
Disposição para assaltar os cofres públicos é o que não falta a essa turma.
Por isso que não adianta o Brasil ter a maior segunda carga de impostos do planeta. A grana vai para o bolso dos ladrões de recursos públicos. Os crimes? Ah... eles têm nomes diferenciados: improbidade administrativa, fraude em licitação, peculato, superfaturamento... e por aí vai.
Quando o cabra comete vários desses crimes de uma vez só, tudo é denominado de "desvio" de recursos. Tem cabimento?

Arquivo do blog