Full Banner

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

ITUMBIARA A 40 km/h


Quando falamos de trânsito em nossa cidade temos sempre a sensação de  coisa mal cuidada, abandonada que não recebe a devida atenção da autoridades, basta observar em que situação estão as faixas de pedestres de nossas vias, sempre que o setor responsável pelo nosso trânsito tenta melhorar,  a coisa piora, surpreendendo a todos os condutores daqui e os que passam por nossa cidade.



Enterraram semáforos por quase todos cruzamentos da cidade, muitos deles sem  necessidade, o que travou, parou o fluxo de veículos em muitos setores, simplesmente por falta de análise profissional.

Em Itumbiara com tantos semáforos em nenhum deles existe o quarto  sinal que é o que dá condições do trânsito seguir  em determinada direção quando não justifica a sua parada em algum cruzamento. 




Isso é o que ocorre no cruzamento da avenida Trindade com a Minas Gerais no cruzamento da CDL. Quando o sinal está verde para quem vem em sentido praça da Bandeira rodoviária antiga, tanto quem está na outra  via, sentido centro e Minas Gerais ficam parados por  não contarem com essa simples alternativa. Este é só um pequeno exemplo.

Fato curioso é a velocidade máxima no perímetro urbano 40km/h, não penso que as ruas da cidade tem que ser pista de corrida mas esse limite é um absurdo segundo o CTB-Código de Trânsito Brasileiro, a classificação das vias vão de  trânsito rápido, vias arteriais, vias coletoras e vias locais que podem serem trafegadas dependendo da classificação em até 80km/h.


No caso em tela, Itumbiara surpreendentemente só conta com vias coletoras pois a velocidade máxima permitida é 40km/h mais uma da poderosa SMT, com aval da Administração Municipal.




Com o poderoso equipamento de arrecadação que a SMT adquiriu ( radar movel) para de forma esperta multar condutores, só resta acreditar que essa medida vai engordar em muito os cofres desse órgão nesse ano, uma vez que bateu a casa de quase R$ 1 milhão de arrecadação em multas só no ano de 2011, é um absurdo tudo que estamos vendo, andar em vias como avenida Beira Rio à 40km é querer engarrafar o trânsito até ali que é considerada uma alternativa de acesso rápido.

Minha casa minha vida
Com inumeros anuncios de entrega de moradias populares em Itumbiara nos últimos sete anos, causa entranheza a quantidade de pessoas que reclamam que a cinco anos ou mais, fizeram a inscrição procuram a Sec. da Habitação e as respostas são vazias.



Minha casa minha vida 1
Nessas situação tenho dito que não  resta outra alternativa  a não ser buscar ao auxílio do Minist. Público para que resposta satisfatória seja dada a quem aguarda por tanto tempo na fila pelo sonho da casa própria.



Minha casa minha vida 2
Falando em casa própria os moradores do conjunto Dionária Rocha continuam a reclamar das dificuldades encontradas por todos moradores daquele bairro, é que até hoje não contam com nenhum tipo de comércio naquela localidade.

Minha casa, meu bairro, meu pesadelo
"É um absurdo uma Administração que não incentiva o comércio nessa região somos inumeras famílias com as diferentes necessidades, precisamos de padaria, farmácia, açougue, supermercado, verdurão e até hoje nada, comércio aqui só de drogas" reclama uma moradora do Bairro.



Fato
É notório a todos que  vêem entrevistas ou matérias da  imprensa Itumbiarense referente a Administração que o Governo Federal o maior responsável por importantes obras nesse municípios é esquecido seja foto ou notícia, descuido ou é de próposito? Se a ideia é a promoção da vaidade pessoal é no mínimo ingratidão.

Promessa de campanha
Mais um ano se finda e algumas propostas de campanha do atual prefeito ainda não saíram da promessa, um exemplo é internet grátis para todos através do grande guarda-chuva digital, que foi propalada aos quatros cantos da cidade. 



Um comentário:

Anônimo disse...

Olá João Maria,
Mais uma vez estou com você em suas considerações sobre o caótico trânsdito de Itumbiara. A SMT tem pisado na bola, tudo por conta da improvisação e do amadorismo.

Arquivo do blog