Full Banner

quarta-feira, 29 de abril de 2009

EQUIVOCOS NA VISITA PRESIDENCIAL

Um show de desacertos é o que poderia ser comparada a vinda do presidente Lula a Itumbiara no dia 24 de abril. O que poderia firmar-se como um fato histórico relevante – a visita do 3º presidente da República a Itumbiara em toda sua história – não passou de uma passagem furtiva da comitiva presidencial por aqui.
O excesso de segurança que manteve Lula distante do povo e mesmo inacessível até a parlamentares e prefeitos, não coaduna com a imagem de um dirigente popular emergido do seio do povo. Lembrou mais um imperador romano isolado e impopular.
O bate-cabeças já começou no cerimonial onde tudo foi ditado pelo pessoal de Brasília que aqui impôs sua plenipotência sem considerar qualquer vontade das autoridades ou traços de nossa cultura. Foi algo do tipo: “Baixem suas cabeças e rendam homenagens à divindade presente”. O povo que quis ver Lula de perto, embora em número pouco expressivo bateu com a cara na cerca . Ficou até patética a exibição de fotos na TV mostrando o lula que passou por aqui em campanha presidencial e nem palanque tinha para discursar. É como se naquela ocasião ele quisesse o povo que não o queria e agora ele dá o troco: “Eu tenho a força, o povo que se dane”.
Esse desacerto reflete a total inapetência do PT de Itumbiara que não soube em momento algum ocupar o espaço político que lhe cabe tendo em vista o crescimento do partido em todo o país. Os atuais dirigentes do partido que se contentam em ocupar uma secretaria totalmente esvaziada no governo municipal e que atende apenas aos interesses salariais de seus ocupante, nenhuma expressão política detêm. Nem mesmo a coragem de desaconselhar a visita de Lula para inaugurar uma escola técnica neste momento, recomendando, por outro lado que o presidente mandasse, isto sim, averiguar porque a obra da Avenida Beira Rio – o maior investimento do governo federal em obra aqui em Itumbiara -, a exemplo de outras como a continuação da Av. Trindade e o tão falado (apenas no papel) Conjunto Morada dos Sonhos, paralisadas indefinidamente, Sarandirú, Samu, esse serviço pasmem, na visita do Presidente estava a postos ambulância do Samu presente com profissionais, a pergunta é, estavam enganando a quem? A nós ou a si próprio?, o povo sabe que esse serviço não funciona aqui, não está sendo possível mais enganar a todos.
Por outro lado, a administração municipal que tenta despudoradamente se assenhorar das obras do governo federal na mídia como se suas fossem, não economiza factóides eleitoreiros aos quis procura imprimir relevância de modo a fazer crer ao povo em realizações que não são suas. Exemplo? Esta obra, o IFET (Instituto Federal de Educação Tecnológica), o ex-Cefet , já foi inaugurado duas vezes por iniciativa do prefeito municipal, com presenças de representantes locais e regionais do PT como mero coadjuvantes, com fins meramente eleitoreiros. O próprio governo federal mudou sua denominação repetidas vezes em menos de um ano, demonstrando seu apego à improvisação e à falta de capacidade. Deviam tratar com mais respeito às questões ligadas à educação!

Nenhum comentário:

Arquivo do blog